Imprimir

Campanha salarial: Servidores do TJ são os heróis que garantem justiça à população

.


A campanha salarial dos Trabalhadores do Poder Judiciário de Sergipe está oficialmente lançada com a chegada às ruas de Aracaju das primeiras peças publicitárias nesta quinta-feira, 10. Com o mote "Você não faz Justiça sozinho", a campanha dialoga com a sociedade sergipana através da cultura pop e do universo das Histórias em Quadrinhos (HQ’s), que deram o tom das peças para invocar os “heróis” que muitas vezes não são percebidos como tais: os servidores públicos. Estes, nem sempre vestem capa e armadura para combater as injustiças presentes em nossa sociedade e atuar para que os direitos sejam efetivados.

O conceito de que o servidor é herói ficou mais nítido no imaginário da população após a pandemia do novo coronavírus. “São os servidores públicos do Tribunal de Justiça de Sergipe que permaneceram trabalhando – muitas vezes em condições adversas e colocando suas vidas em risco – para que os serviços jurisdicionais permaneçam sendo prestados”, apontou Sara do Ó, coordenadora geral do Sindijus. Ela ressalta que estes servidores garantem que os Fóruns sejam abertos todos os dias, promovendo o atendimento à população, o andamento processual, realização de audiências, perícias, cumprimento de mandados, despachos e sentenças.

Mostrar que Justiça e a garantia de direitos são construídos coletivamente e que eles não existem sem a colaboração cotidiana dos trabalhadores e trabalhadoras do Judiciário é justamente o objetivo do subtítulo escolhido para ilustrar a campanha deste ano: "Servidores do Judiciário, garantir seus direitos é nosso trabalho”. A campanha invoca a população a compreender o papel exercido pelos trabalhadores e a se somar à defesa da valorização da categoria.

A campanha segue estampando painéis digitais, busdoors e outdoors. Panfletos, camisas e adesivos estão em fase de produção e em breve estarão circulando entre servidores e população sergipana, nos fóruns e nas ruas da capital e do interior do estado. Conforme a dinâmica da campanha, outras mídias poderão ser veiculadas na internet, jornais impressos, emissoras de rádios e TVs.

“Estes mesmos trabalhadores do TJSE são os que ajudam a prestar à sociedade sergipana um dos melhores serviços do Judiciário em todo o país. Apesar disso, continuam figurando entre as piores remunerações”, destacou Jones Ribeiro, coordenador geral do Sindijus. Ele ressalta que os agentes judiciários ocupam a 17º posição no que se refere ao salário, os técnicos judiciários estão na 19º, e os analistas sergipanos, figuram na 18º posição.

Os dados reforçam o que o Sindijus vem denunciando: que o Tribunal de Justiça de Sergipe está encerrando o ano – e a gestão – sem cumprir o macro desafio de gestão de pessoas, que determina a valorização dos servidores efetivos a fim de reduzir distorções entre a remuneração dos mesmos em relação às dos cargos em comissão e funções de confiança, bem como entre as remunerações dos servidores efetivos do TJSE em comparação aos de outros tribunais estaduais.

“Ao contrário do que prevê o planejamento estratégico do TJSE, o que vivenciamos é o aumento do abismo salarial entre os servidores efetivos e os comissionados, juízes e promotores”, resumiu Alexandre Rollemberg, coordenador do Sindijus.

Por isso, é preciso reconhecer e valorizar quem está a serviço da justiça!