logo mobile

Imprimir

Edson Ulisses continua diálogo e se compromete em apresentar a melhor proposta possível

.

“A proposta não é recuar, é avançar”, prometeu o presidente do TJSE

reuniao7fev 750x510
Nessa segunda-feira (7), foi realizada mais uma reunião de negociação com o presidente do Tribunal de Justiça de Sergipe (TJSE), o Des. Edson Ulisses de Melo. A direção do Sindijus apresentou detalhadamente a pauta de reivindicações dos servidores efetivos, e o presidente se comprometeu em analisar o que poderá acrescer na valorização. A categoria se reunirá em Assembleia Geral nesta terça-feira, dia 8, às 16 horas, para analisar o andamento da negociação.

O clima do encontro foi em torno do estabelecimento do espaço de diálogo, entre a gestão e os servidores efetivos do Judiciário estadual, especialmente a fim de buscar soluções para recompor o poder aquisitivo dos trabalhadores no atual cenário de dificuldades, cuja inflação fechou 2021 com alta de 10,16%.

Ao apresentar a pauta dos servidores para Edson Ulisses e sua equipe, a direção do Sindicato dos Trabalhadores do Poder Judiciário de Sergipe (Sindijus) explicou que as prioridades, neste momento, são as revisões obrigatórias que tiveram a data-base expirada no mês de janeiro. São elas: vencimento base, indenização de transporte e gratificação especial de atividade (GEA), além dos auxílios saúde e alimentação, que foram discutidos na reunião ocorrida na semana passada, dia 5.

Vencimento base

O desembargador Edson Ulisses informou que estão sendo realizados estudos, junto à Secretaria de Finanças e Orçamento do Tribunal, para concessão da recomposição salarial. “Já estamos com a proposta de vocês, temos alguns parâmetros estabelecidos e estamos pensando no que podemos acrescer. Pedro já foi convocado e vamos marcar uma reunião para definir esse percentual”, disse.

Durante a conversa, o presidente se comprometeu em apresentar aos servidores a melhor proposta possível. “Vou estudar as propostas dos senhores dentro da melhor visão, da maior empatia. E trazer o melhor que eu posso”, garantiu.

A Diretoria do Sindijus reconheceu o compromisso, por parte do presidente do TJ, em abrir o diálogo para discutir propostas de valorização dos servidores efetivos e que reduzam as desigualdades no órgão. “O espaço de negociação é importante para avançar na formação de consensos que resolvam a penúria dos servidores diante do dragão da inflação. Neste ano, o presidente do TJ tem a seu favor um orçamento que crescerá R$ 40 milhões e permite aliviar o arrocho e recompor o poder aquisitivo dos trabalhadores,” avalia Jones Ribeiro, coordenador Geral do Sindijus.


Outros direitos

Outro tema da pauta de reivindicações da categoria, abordado na reunião, foi o auxílio-creche. O presidente Edson Ulisses manifestou simpatia pela demanda e disse que concorda em criar o benefício, que existe em diversos tribunais do país.

Outro anúncio feito pelo presidente do TJ foi a ampliação do valor e dos critérios de concessão do auxílio bolsa estudo. “Essa bolsa estudo é mais punitiva que construtiva”, avaliou Edson Ulisses, defendendo reformular os valores e também contemplar servidores que estudam em universidades públicas.


Fortalecimento do FERD

Durante a reunião, o presidente do TJ também reconheceu a atuação do Sindijus na defesa da aprovação, na Assembleia Legislativa de Sergipe, do projeto de lei 319/2021, que, no final do ano passado, reajustou a tabela de custas judiciais e, consequentemente, resultará no incremento do Fundo Especial de Recursos e Despesas (FERD) do TJSE. “Eu quero registrar a forma como o sindicato se comportou na defesa do anteprojeto na Assembleia. Quero louvar os senhores, que compreenderam a nossa proposta”, admitiu.


Assembleia Geral

Nesta terça-feira, dia 8, às 16 horas, os servidores efetivos do TJSE irão se reunir em Assembleia Geral para avaliar as duas primeiras rodadas de negociação com a Presidência do Tribunal. Estarão em pauta os posicionamentos da gestão apresentados na reunião realizada quarta-feira, dia 2 (que apresentou revisão parcial de 9% no auxílio alimentação, 10% no auxílio saúde até 59 anos e 12% no auxílio saúde a partir de 60 anos) e os posicionamentos da reunião dessa segunda-feira, dia 7 (que tratou do vencimento base e outros temas).

A reunião da categoria acontecerá através da Plataforma Zoom, que poderá ser acessada no link: https://us02web.zoom.us/j/85937632865