logo mobile

Imprimir

Encontro debate o uso da tecnologia na disputa contra-hegemônica

.

Estratégias foram discutidas em Encontro Nacional de Comunicação, realizado pela Fenajud em Teresina (PI), em parceria com o Sindsjus-PI

encontro fenajud

A cidade de Teresina (PI) recebeu, nos dias 25 e 26 de janeiro, o XII Encontro de Comunicação da Fenajud (Federação Nacional dos Trabalhadores do Judiciário nos Estados). O evento reuniu dirigentes e profissionais de comunicação das assessorias dos sindicatos afiliados de todas as regiões do país, para debater o uso da tecnologia na comunicação sindical, visto as lutas em defesa das pautas nacionais e os ataques à classe trabalhadora. A atividade contou com participação de especialistas renomados e permitiu trocas, compartilhamentos de experiências e vivências de cada estado presente.

O Encontro proporcionou debates importantes, como da primeira mesa onde o Doutor Bruno Marinoni citou a disputa política e sindical nos tempos da hiperconectividade. Bruno fez um apanhado das redes sociais, destacou os efeitos das big techs, que são grandes empresas que detêm o monopólio no mercado de tecnologia e inovação, a presença delas e influência no cotidiano das pessoas. O professor ainda citou as fakes news e como elas geram um fenômeno de acessos.

A segunda mesa foi liderada por Renata Maffezoli e Thalis Cantizani, ambos especialistas nas áreas sindical e política, falaram sobre Tecnologia x Lutas contra-hegemônicas: comunicação como forma de fortalecimento da luta sindical. Com exemplos claros, a jornalista sindical chamou atenção da plateia sobre o tipo de comunicação que tem sido feito atualmente, que as pautas “devem ser para além da categoria, que a construção da comunicação precisa ser feita para que toda a sociedade compreenda a informação”. Ela citou cinco perguntas clássicas do jornalismo que se aplicam para pensar a comunicação sindical e o seu conteúdo nas redes.

Seguindo o fio, o publicitário Cantizani demonstrou com exemplos claros como as assessorias podem “furar a bolha”, utilizando-se de exemplos de sua atuação em mandatos e agências. Para ele, “A internet é a evolução clara da comunicação”.


Cultura viva

Para levar um pouco da cultura do Piauí aos participantes, a Federação convidou um dos grupos mais conhecidos da cidade que tem como personagem folclórico o bumba meu boi: o Boi Imperador da Ilha, surgido no bairro Piçarra, em 1934, foi o escolhido para levar essa tradição viva aos expectadores. Essa atividade transportou os dirigentes e comunicólogos para uma das maiores tradições da cultura popular local, com muitas cores, alegria e força.


Podcast na prática

No segundo dia os participantes do Encontro de Comunicação tiveram acesso a uma oficina com a jornalista e podcaster Kamila Bossato. A especialista, apresentadora do Podcast “Cunhãs”, detalhou o passo a passo do processo de criação de um programa e o que as entidades precisam ter para dar o pontapé inicial. Kamila comentou como os sindicatos podem usar desta ferramenta para se aproximar das servidoras e dos servidores no cotidiano funcional.


Balanço

Para encerrar o Encontro, o coordenador da pasta, Cleyson Francisco, apresentou o balanço da gestão que será finalizada em junho e como a pasta será conduzida nos últimos meses.



Fonte: Fenajud