logo mobile

Imprimir

No mês mais letal da pandemia, Sindijus solicita prorrogação do trabalho remoto no TJ

.


Com 67.723 mortes em 25 dias, abril se tornou o mês mais letal da pandemia no Brasil. Em março, que havia sido o pior mês para a doença no país, foram contabilizados 66.868 óbitos. Em sergipe, são 197.562 casos confirmados e 4.165 mortes motivadas pelo coronavírus.

Diante do grave cenário, aliado à morosidade do ritmo da vacinação no Brasil e em Sergipe, o Sindicato dos Trabalhadores do Poder Judiciário de Sergipe (Sindijus) encaminhou um ofício ao Presidente do Tribunal de Justiça de Sergipe, desembargador Edson Ulisses de Melo, solicitando a prorrogação do regime diferenciado de trabalho remoto no tribunal até o final do mês de maio.

Pela portaria que está em vigor, nº. 24/2021, o retorno às atividades presenciais deveria acontecer no próximo dia 05 de maio. A solicitação da direção do Sindijus é um dos encaminhamentos da Assembleia Geral da categoria, realizada na última quinta-feira, 22, e tem o objetivo de proteger as vidas dos servidores do TJSE e de todos os que acessam o serviço de Justiça.

“O novo coronavírus e o negacionismo continuam sendo os dois principais agentes da morte no Brasil e juntos já causaram quase 400.000 mil óbitos no país. A solução para a situação continua sendo a imunização em massa dos brasileiros, e isso também permanece distante”, destaca o ofício encaminhado à Presidência do TJ, completando que a média móvel de casos no país chega a 56,8 mil e a de mortes é de 2.495. Desde o início da pandemia, já foram contabilizados 392 mil óbitos. Na contramão da necessidade, as metas de imunização estão sendo rebaixadas, agudizando o já gravíssimo cenário do país.

Em Sergipe, a situação não é diferente. A média diária de casos passou de 748 em março para 895 em abril, enquanto a média de mortes diárias passou de 17 para 28 no mesmo período. Os indicadores de ocupação dos leitos (enfermaria e UTI) permanecem muito altos: As enfermarias estão com 88,6% de ocupação na rede privada e 71,7% na rede pública e nas UTIs o percentual chega a 97% na rede privada e 94,4 na rede pública. Os dados são do Boletim Epistemológico da Secretaria de Estado da Saúde do dia 23 de abril.

"Já são mais de 41 dias com mais de 2 mil mortes diárias no país. A curva da COVID no Brasil e em Sergipe estabilizou no ápice do número de casos. Diante desta grave realidade que enfrentamos, acreditamos que o presidente Edson Ulisses irá manter sua postura de responsabilidade com a preservação da vida e atender à solicitação do Sindijus de manter o regime de trabalho remoto até o final de maio”, destacou Sara Cavalcante do Ó, coordenadora geral do Sindijus.


Responsabilidade com a população

A direção do Sindijus reforça a importância da divulgação das atividades presenciais nas unidades do TJSE, especialmente caso haja ampliação do regime diferenciado de trabalho remoto. A entidade sindical já havia encaminhado ofício à Presidência do Tribunal solicitando a publicação em meios de comunicação em massa (rádio e TV) de comunicado informando a suspensão do atendimento ao público e da realização de audiências presenciais no Tribunal de Justiça de Sergipe.

 

Acesse aqui o ofício solicitando a prorrogação do regime de trabalho remoto.

Acesse aqui o ofício solicitando ampla comunicação do fechamento das unidades.