Imprimir

Nota de apoio à greve dos trabalhadores do Judiciário de São Paulo

.

Nota de Apoio SP parte interna

A diretoria do Sindicato dos Trabalhadores do Poder Judiciário do Estado de Sergipe manifesta o seu irrestrito apoio à greve sanitária dos trabalhadores e trabalhadoras do Poder Judiciário do Estado de São Paulo, que tem como pauta a defesa da vida e da saúde.

A decisão pela greve foi uma resposta das servidoras e servidores à intransigência da gestão do Tribunal de Justiça de São Paulo na definição de retorno dos trabalhos presenciais num momento de aguda de crise da covid-19. Vale registrar que apenas o estado de São Paulo registra, até o momento, mais de 480 mil contaminações e mais de 21 mil mortes pelo novo coronavírus.

Mesmo com esses números, que continuam a crescer, a gestão do TJ SP determinou o retorno dos trabalhos presenciais a partir dessa segunda-feira, 27/07.

Numa indignação semelhante à que tem sido expressa por servidores do Tribunal de Justiça de Sergipe com a possibilidade de retorno presencial no próximo 3 de agosto, em São Paulo os trabalhadores do Judiciário denunciam a ausência de protocolos de segurança sanitária, a falta de diálogo da gestão do órgão e os riscos de contágio de servidores, seus familiares e o conjunto da população.

Frente a esta realidade e em defesa da vida, reafirmamos o nosso apoio à greve sanitária dos trabalhadores e trabalhadoras do TJ SP.

Contra a desumanidade dos gestores, a saída é a organização dos servidores públicos!

 


Sergipe, 27 de julho de 2020.

Diretoria do SINDIJUS/SE