logo mobile

Imprimir

Posse da nova direção do Sindijus acontece na primeira Sexta Cultural de 2020

.

Sexta cultural mar2019 750x510Energia não vai faltar nesse próximo dia 6. Após mais uma eleição, as trabalhadoras e trabalhadores do TJSE reelegeram a chapa do Movimento Sindicato é pra Lutar (MSPL), única inscrita no pleito, para conduzir o sindicato durante o triênio 2020-2022.

O processo de eleição, que aconteceu no dia 19 de fevereiro e contou com 829 votos, reafirmou a confiança dos servidores do tribunal no grupo que atualmente dirige o sindicato. Informações sobre as eleições podem ser lidas na matéria Chapa MSPL - Movimento Sindicato é Pra Lutar é reeleita para direção do Sindijus.

A solenidade de posse da Diretoria Executiva e do Conselho Fiscal do Sindijus será realizada durante a primeira edição da Sexta Cultural e, além da certeza de que a luta continua, também a certeza de que continuará sendo uma luta de mãos dadas com a cultura sergipana.

Sendo assim, subirão ao palco para celebrar a força combativa da categoria o cancioneiro engajado do cantor Heitor Mendonça e a banda que faz a música sergipana mais ‘caliente’ a cada verão, Mestre Madruguinha.

O músico Heitor Mendonça sobe ocupará mais uma vez o palco da sede cultural para a programação musical com o show Nordeste – De A a Z. Heitor Mendonça é um músico sergipano que conquistou espaços na música brasileira e levou seu trabalho a diversos palcos do Brasil e da Europa. Essa será uma das primeiras apresentações do músico nesse ano de 2020 e dará a oportunidade de fazer um passeio saudoso pela memória musical que atravessam gerações e gerações de brasileiras e brasileiros.

Em seguida, o passeio musical expande o palco do sindicato à América Latina, que compartilha com o Brasil não somente lutas, resistência e veias abertas, mas cultura, criatividade e capacidade de reinvenção. Essa memória coletiva será resgatada nos pés e no corpo com doses generosas de carimbó, guitarrada, salsa e cumbia, num coquetel de ritmos tropicais autenticamente latinoamericanos. Será um show dançante da banda Mestre Madruinha, repleto de boa energia, onde baixo e bateria, guitarra e teclado, percussão e vocais, todos entram em sintonia para oferecer um caldo sonoro diversificado, expresso em canções autorais ou em releituras de outros compositores.

Afinal, como nos ensinou Emma Goldman, “se eu não puder dançar, não é a minha revolução”.

 

 

Serviço
O quê: Sexta Cultural - Posse da Diretoria Executiva e Conselho Fiscal do Sindijus/SE
Quando: sexta, 6 de março de 2020, às 20 horas
Onde: Sede Cultural do Sindijus - rua Arauá, 168, Centro, Aracaju.