logo mobile

Imprimir

Presidente do TJSE apresenta posicionamento sobre revisão dos auxílios saúde e alimentação

.

Valores apresentados estão abaixo das propostas da pauta da categoria, que avaliará o conjunto de posicionamentos da gestão em Assembleia Geral, no dia 08
Reunião 2FEV 750x510

Nesta quarta-feira (02), a Diretoria do Sindijus participou de reunião com o presidente do Tribunal de Justiça de Sergipe (TJSE). Na conversa, o desembargador Edson Ulisses anunciou a revisão de R$ 99,30 no auxílio alimentação; e de R$ 88,90 a R$ 226,20, no auxílio saúde, a depender da faixa para servidores e magistrados. Na próxima segunda, dia 7, acontece uma segunda rodada de negociação.

O encontro de hoje, mesmo tendo sido marcado de última hora, contou com a participação da direção do sindicato, porque quando o monstro da inflação ataca, não dá para esperar. Os detalhes dos números anunciados pela gestão do TJSE foram os seguintes:

 

Auxílio Alimentação (para servidores da ativa): 

  • Revisão de 9%, para servidores da ativa, passando de R$ 1.103,10 para R$ 1.203,00


Auxílio Saúde (para servidores da ativa e aposentados):

  • Até 39 anos, revisão de 10%, passando de R$ 886,10 para R$ 975,00
  • De 40 a 49 anos, revisão de 10%, passando de R$ 1.161,85 para R$ 1.278,00
  • De 50 a 59 anos, revisão de 10%, passando de R$ 1.382,46 para R$ 1.521,00
  • A partir dos 60 anos, revisão de 12%, passando de R$ 1.878,80 para R$ 2.105,00

 

Na pauta aprovada pela Assembleia Geral da categoria, encaminhada ao presidente do TJSE ainda no ano passado, a reivindicação no auxílio saúde é de revisão de 15,61%, relativo as perdas acumuladas em 2020 e 2021; também a criação de uma ‘faixa especial’ do auxílio-saúde para os servidores aposentados. No auxílio alimentação, a reivindicação é de R$ 1.900,00, tendo como parâmetro o benefício pago no Tribunal de Justiça do Amazonas, que é um TJ de pequeno porte assim como o de Sergipe. O vencimento básico não foi discutido nesta reunião desta quarta-feira, mas será na da próxima semana.

O Sindijus reiterou a necessidade de discutir os recursos do TJSE para avançar nos outros temas da pauta. O presidente Edson Ulisses garantiu que a reunião da próxima segunda-feira está mantida. “Vai ter uma reunião, no dia 7, e isso vai ser esclarecido. Vamos avaliar. Vamos conversar na data marcada”, afirmou.

Para o coordenador geral do Sindijus, Jones Ribeiro, a reunião de hoje e a da próxima semana são importantes para o avanço das negociações. “A revisão parcial anunciada hoje está abaixo do que pede nossa categoria, mas, mesmo assim, já é fruto da mobilização dos servidores efetivos do tribunal. A Assembleia Geral do próximo dia 08 será o espaço para avaliarmos tanto o que já foi apresentado, quanto o que nos será passado na reunião de segunda-feira. É necessário redobrar a atenção e a ação, pra que possamos convencer o presidente Edson Ulisses a revisar integralmente os nossos salários”, destacou.